The Originals – Originalmente novo

by

The Originals

Série pode agradar novos espectadores, mas deve tomar cuidado para manter os fãs de The Vampire Diaries

Como já havia assistido ao backdoor pilot [episódio teste que séries derivadas exibem em seusprogramas originais] de The Originals quando ele foi ao ar como parte de The Vampire Diariesnos EUA em abril, eu estava interessada no material inédito que acompanhariam essa exibição repetida.

Para aqueles que não assistem The Vampire Diaries, The Originals acompanha o personagem Klaus (Joseph Morgan), um híbrido de vampiro e lobisomem, conforme ele planeja retomar o controle da cidade que uma vez foi sua: Nova Orleans. Mas ele descobre logo que seu ex-pupilo Marcel (Charles Michael Davis) não vai ceder com tanta facilidade.

Elijah (Daniel Gillies), irmão de Klaus, está determinado em ajudá-lo a conseguir redenção e encontra a maneira perfeita na forma de uma lobisomem chamada Hayley (Phoebe Tonkin), que foi à cidade em busca de informações sobre o passado de sua família. O backdoor pilot fez uma revelação que chocou muitos fãs de The Vampire Diaries, mas talvez o material inédito tenha os guiado um pouco mais na direção certa da série.

The Originals

O BOM: Klaus é conhecido por ser impulsivo e impiedoso, então adorei ver esses aspectos do personagem serem revelados mais profundamente quando chegou a hora de defender seus ideais. Marcel também é intrigante e quero ver mais de sua dinâmica com Klaus quando a série estrear – acho que a definição ideal para a relação deles é de frenemies [meio amigos, meio inimigos]. Enquanto as bruxas eram retratadas como sendo dominadas pelos poderes de Marcel, existe uma iminente revolução sendo desenvolvida que certamente vai trazer um pouco de emoção a uma premissa inicialmente sem empolgação.

O RUIM: Ainda tenho problemas em entender a brecha na natureza que explica o bebê. Entendo que seja uma maneira de demostrar a humanidade de Klaus e talvez até parte de sua redenção, mas sinto que a série poderia ter procurado outras formas de explorar isso. Enquanto toda a história do bebê é um tanto quanto estranha, acho que ela pode ser resolvida se a série não rodar em torno dela. No entanto, acho que pode ser um pouco tarde demais para isso. Com relação às atuações, achei a interpretação de Tonkin para Hayley um pouco sem graça demais e longe de ser relacionável. Talvez seja uma habilidade natural da atriz, mas me pareceu que ela usou seu lado sexy excessivamente e em momentos desnecessários.

MATERIAL INÉDITO: Para os fãs que assistiram ao backdoor pilot, a repetição incluía material que não foi mostrado da primeira vez. [Cuidado com possíveis spoilers daqui em diante.] Depois que Klaus não mata Haley e o bebê, Elijah volta para buscar “a garota”, como ele a chama, e leva-a com ele. É óbvio que ele está extremamente investido nela e na segurança do bebê. Existe uma indicação de um possível romance futuro entre os dois. Ele deixa claro que se alguma coisa acontecer com ela, as bruxas vão ter que lidar com ele. Na cena seguinte, Klaus, Marcel e outros vampiros estão comemorando nas ruas de Nova Orleans. Parece que eles são parte de algum tipo de parada, enquanto Klaus sabe que tudo é parte de um plano para tomar de volta o que é seu de direito. Infelizmente, para fãs do casal Klaus/Caroline, aquela doce mensagem que ele deixou para ela no backdoor pilot foi substituída por essa cena. O episódio termina com uma jovem bruxa chamada Davina – que é a arma secreta de Marcel para manter as bruxas sob controle. Ela tem a habilidade de sentir quando mágica está sendo usada e, com base em suas ações, sua própria mágica parece ser muito forte.

PENSAMENTOS FINAIS: A série pode atingir o potencial desejado se continuarem muito cuidadosamente pela história do bebê. Novos espectadores podem não ter um problema em se ajustarem à trama, mas fãs de The Vampire Diaries estão divididos. Acho que talvez os roteiristas deveriam considerar fazer algumas modificações para ganhá-los antes que seja tarde demais.

The Originals estreia nos EUA, no The CW, em 15 de outubro. Ainda não há previsão de chegada da série ao Brasil.

Clip1 – The Originals.

 

Clip2 – The Originals.

 

Comentários: